Broas, Aldeia Fantasma

As origens da Aldeia de Broas remontam à Idade Média. Esta singular povoação abandonada terá começado a crescer a partir de um típico casal saloio até reunir sete famílias. Porém, ao contrário de outras aldeias da região, o seu crescimento estagnou e devido à falta de acessos, que nunca foram construídos, começou a sua lenta agonia, tendo a sua última habitante, a “Ti Jaquina”, deixado esta aldeia à cerca de 30 anos. A “Ti Jaquina” ainda resistiu uma década de guarda à aldeia cujos últimos habitantes foram abandonando fugindo do isolamento e em busca de novos horizontes. Após a sua saída, começou a existência desta… Aldeia Fantasma.